quarta-feira, fevereiro 09, 2005

Não aguento este sofrimento.

Não suporto isto. Estou farta de sofrer por aquilo que me dizem que não tem remédio. Mas para mim tem. Eu hei-de conseguir, mas todos dizem que houve um princípio e houve um fim em vez de dizerem, houve um principio e haverá um fim. É para tudo há um principio e um fim, mas não significa que seja agora, mas pode significar mais tarde quando morrermos, ou mesmo antes. Pois mas eu entretanto quero ser feliz, ou seja, não quero sofrer. Como posso eu resolver? Será que penso de mais no que o que os outros iram sentir, do que aquilo que irei eu sentir? Pois ajudar os outros sem me ajudar a mim... Mas é mais forte que eu! Eu digo sempre: Primeiro eu só depois os outros. ou Para que ajude os outros a estarem bem tenho que estar bem primeiro eu. Mas no final faço sempre o contrário! Será que é por isso. Eu tento não ligar ao que os outros pensam, e então assim pôr-me bem comigo e com os outros, mas depois nunca o faço. Ajudo-os sempre primeiro. Ponho sempre os sentimentos dos outros em primeiro e só depois os meus! Como pode ser assim? Eu não posso ser assim. Que hei-de fazer? Tenho que pensar mais em mim e só depois nos outros. Mas como hei-de fazer? Não consigo... Sim, eu sei é por isso que estou a sofrer. Mas também existem outras razões. Estou a sofrer, mas a culpa agora não é minha. Porquê magoar os outros? Eu não era capaz de chegar ao pé dele e dizer: Olha... etc. Não era capaz de falar para ele fazendo-me de vitima e dizer-lhe que estou a sofrer por culpa dele. Essas coisas. Isso ia para alem de mim. Pois mas assim será que já me estava a ajudar a mim própria? No meio disto tudo, não sei o que pense. Não que faça. Não sei nada. Só me dá vontade de chorar e ficar a olha para a vida a passar. Ver a felicidade dos outros. Bem vou aproveitar a Quaresma para pensar. Pois como o nome indica são 40dias. Assim tenho 40 dias para pensar e depois agir. Mas entretanto vou fazendo a vida como fazia. As aulas, os ensaios, a missa, etc. Bem vamos tentar.

3 comentários:

Anónimo disse...

Meu morzito, como eu te entendo! deves estar a sofrer mesmo muito. Além de se tratar de uma experiência de amor insatisfeita, trata-se também de uma existência sem respostas. Mas é mesmo assim. Na tua idade surgem as questões mais fundamentais da vida. Muitas vais obetndo resposta sem dar conta. outras vais ter de crescer a aprender com elas. Doi. Mas é a forma de sentir das pessoas da tua idade. Todos passam por essas dúvidas. Muitas certezas já tens tu! Só que isso não tira a dor. Aguenta. O mundo vai continuar a sorrir para muitos e para ti e ao mesmo tempo vai fazer chorara muitos e a ti. Aguenta. Tens muita gente que te adora. Tu vales mesmo muito. Já te disse e reafirmo: vales quanto deus quer que valhas e é muito. O tio está contigo...

Anónimo disse...

Que te posso dizer? No meu silêncio fico a pensar em ti e no deserto que algumas vezes temos que atravessar.GJS
Imaginário

ZezinhoMota disse...

Eu sei que posso estar a ser maçador!...

Mas a felicidade está dentro de nós e tu querendo vais ser tão feliz...

Boas férias.

Pensa só nas coisas boas, tais como;

Estudas e queres um dia ser alguém bem sucedida! Para isso tens que estudar a pensar no futuro e nunca a pensar no passado!

As férias estão aí e tu vais poder retemperar as forças e regressares à escola mais forte.

Um sorriso para ti.

Bjnhs

ZezinhoMota