segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Aborto

Eu podia estar aqui a fazer aquela pergunta muito grande que vão fazer para o referendo, aquela das 10semanas... Mas para quê meias medidas??? Afinal as pessoas estão ou favor do Aborto, ou contra o aborto. A discussão que se põe diáriamente é se as pessoas são contra ou a favor, até às 10semana é só um "extra". Mas sinceramente, esta questão nunca se deveria colocar, primeiro porque os casos extremos já são defendidos pelo Estado e segundo, porque Portugal com a população drásticamente evelhecida e devia apostar em politicas natalistas e faz precisamente o contrário! Eu sou a favor da VIDA, contra o aborto! Podia referir ainda mais, que as pessoas que matam seres (e estamos a falar de seres, pois o as mulheres grávidas têm dentro do seu ventre é um ser em desenvolvimento) são assassinas, no entanto, poucas são condenadas... É isto a justiça que temos neste país??? Podia referir uma grande quantidade de motivos para votar NÃO, mas isso está na consciência de cada um...

Eu voto NÃO! E tu???


Se votas sim, espero que saibas que se este tema tivesse sido debatido na altura de tu nasceres, poderias não estar vivo. Continuas a votar sim?

EU VOTO NÃO, OBRIGADA!!!


(para quem vota não, visitem este blog: http://guardavida.blogspot.com/ )

3 comentários:

clara disse...

Eu acho quem nem esses deviam estar contemplados na lei, pois só o nosso DEUS é Senhor da vida e da morte.
Vou-te dar um exemplo, tens uma catequizada que nasceu porque a mãe, apesar de ter sido vitima de violação, decidiu não a matar, não ficou com ela porque era pobre e já tinha outros filhos.Essa mãe teve a coragem de a ter e de a dar para adopção. Imagina se a tivesse matado? Hoje não seria tua catequizada.
Beijinhos

Mafalda Freire disse...

Olá!

Concordo contigo, vou votar pelo Não, porque sou a favor á VIDA!

As pessoas andam á chuva porque querem e não é por falta de informação!

Vou visitar o link que indicaste.

Beijos!

www.confissoesdeumasurda.blogs.sapo.pt

Clara disse...

Hoje sinto-me de luto e com vontade de chorar por todas aquelas crianças que vão deixar de nascer porque o sim ganhou.
Não paro de me interrogar, o que virá a seguir? Se estamos a seguir os modelos europeus é natural que com a evolução, no sentido errado, passemos também para a morte assistida. Daqui por uns anos não temos pessoas suficientes a descontar para se pagarem as reformas, a segurança social já esta a entrar em colapso, então vão para a morte assistida, para se livrarem dos mais velhos, para que o governo não gaste tanto dinheiro com quem já não produz. É triste , mas é este o caminho que seguimos.